fbpx
Como calcular o preço de venda de roupas

Como calcular o preço de venda de roupas

Ao iniciar no comércio varejista, muitas sacoleiras e lojistas ficam sem saber como calcular o preço de venda de roupas, pois além da questão da margem de lucro ideal, não têm ainda muita noção das despesas que terão para manter uma loja, ou fazer vendas porta-a-porta.

Antes mesmo de questionar sobre qual a margem de lucro ideal para roupas, independente de ser uma sacoleira ou estar montando sua própria loja, é muito importante diferencial o lucro líquido do seu faturamento.

Por isso, é muito importante ter todos os gastos fixos e variáveis devidamente anotados em um caderno ou planilha de Excel, pra você de fato saber o quanto “gasta pra trabalhar” e qual a sua meta em termos de lucro e faturamento.

Dentro da média do mercado, o ideal é que empreendedores iniciantes iniciem com uma margem bruta de 100% sobre o valor da mercadoria somado a uma fração do valor do frete, ou das despesas de viagem para fazer as compras.

Entretanto o preço de revenda pode ser aplicado utilizando inúmeras estratégias, inclusive várias delas em uma mesma loja, para diferentes peças no estoque.

Um ótimo exemplo disso é quando se vende mercadorias de saldo, que vêm em caixas fechadas em um mix de peças com diferentes padrões de preço, mas vendidas por quilo ou na quantidade “uma pela outra”.

Em casos assim você não apenas pode, como deve aplicar diferentes margens de lucro sobre essas peças tendo como base o VALOR PERCEBIDO X DEMANDA do seu público em relação a essas peças.

 

Margem de lucro de roupas masculinas

Para vendedores e sacoleiras iniciantes, o preço recomendável de revenda seria com margens de lucro bruta de 100%, mas dependendo do tipo de mercadoria e do perfil do seu público, em algumas peças o lucro poderá ser de 150% a 400%.

Se você trabalha com peças de coleção, o ideal é manter os 100% de lucro pra se equiparar a média do mercado. Já quando se trata de saldos de roupas sem defeito, trabalhar com margens de 150% a 200% pra não desvalorizar essas peças, principalmente quando se trata de roupas de marca originais.

Se tratando de grifes, quando se adquire lotes de roupas de marca com pequenos defeitos, a precificação das peças deverá ser feita individualmente conforme o padrão de qualidade que as peças se encontram:

  • peças com defeitos muito aparentes devem ser separadas para doação para não “queimar o filme” de sua loja;
  • peças com defeitos aparentes, mas de maneira discreta, devem ter margens de lucro de 100% que é uma margem de lucro baixo pelo preço de aquisição da mercadoria, mas ainda rentável, mas vendidas em araras separadas das peças de coleção;
  • peças com defeitos pouco perceptíveis podem ser mixados em uma arara próxima às peças de coleção, como peças em liquidação ou queima de estoque, com margens de lucro de 200%;
  • peças com defeitos imperceptíveis, ou que nada interferem em relação a aparência da roupa, podem ser mixadas com peças de coleção, com margens de até 400% de lucro, possibilitando maiores ganhos.

Esse esboço de precificação é apenas pra você ter uma base, pois nesses lotes de roupas com defeito, não há um percentual pré definido em relação a quantidade de peças com padrão de qualidade A, B, C ou D.

Por isso, não é ganância nenhuma ter margens de lucro maiores em algumas peças, pois serve para balancear algumas perdas com trocas, ou até mesmo algumas peças com padrão muito inferior, que não poderão entrar em seu mix de modo a desqualificar todo o seu portfólio de produtos.

 

Margem de lucro de roupas femininas

Calcular o preço de revenda de roupas femininas é um caso a parte, pois vai depender muito do look que o seu público demanda, seu poder aquisitivo, e o valor que irá conseguir adquirir essas peças no atacado.

Como é um público bastante criterioso, que pesquisa muito antes de comprar, mas que adora investir em sua imagem, o ideal é não aplicar margens de lucro muito altas para ganhar na fidelização e indicação de novas clientes. Além disso, não é recomendável “enfiar a faca” no preço também pelo fato de que você precisará de um volume de vendas constante pra renovar seu estoque em curto espaço de tempo, e assim oferecer novidades o tempo todo.

Nesse caso, embora não seja o público mais lucrativo por conta do custo de aquisição das peças no atacado, é o que mais pode te trazer retorno financeiro por conta do volume de vendas recorrente e multiplicação das clientes através da propaganda “boca-a-boca”.

Vale a pena mixar looks de coleção atual com algumas peças de saldo, além de algumas “basiquinhas” para usar no dia a dia, como jeans e blusinhas. Mesmo nessas peças não é recomendável elevar o preço acima de 100% pois como as mulheres gostam de compras de oportunidade, tendem a comprar várias peças para compor variedade nos looks, quando encontram algo barato e de qualidade, e tendem a compartilhar essas experiência de compras com amigas e familiares.

 

Margem de lucro de roupa infantil

Por conta do crescimento infantil constante, o investimento em roupas faz parte do orçamento familiar, demandando por peças baratas. Nesse caso, os pais não costumam comprar apenas uma peça ou outra, mas várias para suprir as necessidades da criança durante a próxima estação e os próximos meses.

Nesse caso, o objetivo não é ter margens de lucro muito elevadas, mas ter grandes volumes de vendas em todas as classes sociais, até mesmo pelo fato de ser um item que “sacrifica” o orçamento de qualquer família. Assim, a prioridade é ter preços altamente competitivos tanto nas peças PREMIUM quanto nas mais simples.

Além disso, pelo fato das crianças “perderem roupa” muito facilmente, a maioria dos pais dificilmente aceita pagar caro nas peças, e uma ótima oportunidade pra atender esses público é investir pesado em saldos multimarcas e magazines. Com isso, é perfeitamente possível ter margens de 100% de lucro e ainda ter ótimo volume de vendas!

 

A regra é vender barato pra vender muito?

Margem de lucro de roupas

Focar no preço baixo é uma ótima oportunidade para ter um grande volume de vendas, e ainda renovar o estoque rapidamente, oferecendo novidades constantes para seus clientes, o que intensifica a fidelização.

Porém, para isso é muito importante que tenha todos os custos e despesas na ponta do lápis, pra conseguir definir suas metas de lucro sem correr riscos de ter prejuízos. Assim, o ideal para iniciantes é apostar no básico, reduzir ao máximo seus custos, e procurar não tirar muito dinheiro das vendas para seus gastos pessoais antes das vendas ganharem mais maturidade.

Com isso, conseguirá fazer com que suas vendas cresçam no médio prazo de tal forma, que dificilmente irá quebrar!

Quer aprender um pouco mais com nossas dicas? Baixe GRATUITAMENTE nosso livro agora mesmo clicando no botão abaixo:

Dicas Para Sacoleiras

Somos o maior portal de roupas no atacado da internet! Temos parceria com os melhores fornecedores de roupas do Brás e Bom Retiro em São Paulo, Santa Catarina, Paraná e Goiânia!
Fechar Menu

BAIXE GRÁTIS A NOSSA LISTA DE FORNECEDORES!

Iniciar conversa
1
Precisando de ajuda?
Olá, tudo bem? Em que podemos ajudar?

Precisa de dicas sobre fornecedores de roupas, ou estratégias de vendas?

NOSSO ATENDIMENTO É 100% GRATUITO!