Como montar uma loja de roupas que dá lucro

Ao montar um negócio próprio, muitas pessoas optam por vender roupas simplesmente por gostar de moda, mas poucos sabem como montar uma loja de roupas e torná-la lucrativa!

Para empreender no ramo de confecções não basta ser criativo ou empreendedor, é necessário também ser bastante analítico quanto ao seu público alvo, passando desde o perfil de seu cliente, cultura, comportamento, até seu poder sócio econômico.

Não adianta montar uma loja de roupas caras em um bairro humilde por exemplo, se não tiver um percentual mínimo de pessoas daquela região (jovens e universitários por exemplo) que gastariam boa parte de seu salário sem pudor para se vestir melhor!

Leia também:

Como Montar Uma Loja de Preço Único

Quando se pensa em como montar uma loja de roupas, é necessário também saber falar a língua do seu público, como se  comporta, seu estilo, cultura e linguagem verbal e cultural.

Um exemplo disso são as lojas de roupas masculinas! Um mesmo cliente usa camisas e pólos para sair à noite ou trabalhar, mas também usa shorts estilo surfista e regatas em seu tempo livre, e a abordagem desse cliente deve ser diferente conforme o tipo de roupa que está buscando!

Em uma camisaria por exemplo é comum ver os vendedores com uma vestimenta mais formal, barba bem feita, sem tatuagens à mostra e com uma comunicação verbal bem alinhada, sem gírias.

Isso se deve ao fato de que o cliente, ao procurar uma camisaria está inspirado a estar mais elegante de acordo com seu ambiente social, e a loja é o “portal” para esse ambiente.

Uma outra realidade são as lojas de surfwear e streetwear, onde os vendedores são geralmente mais jovens, tatuagens visíveis, barba por fazer, além de falar algumas gírias comuns entre os jovens, e músicas como reggae, hip hop e rock como som ambiente.

Nessa situação o cliente quer uma roupa mais despojada, para se sentir mais jovem e livre, sem formalidades. Dessa forma, um ambiente mais jovem e descontraído o leva à se sentir mais à vontade, o que o torna mais fácil de ser induzido à comprar!

Por isso, antes mesmo de pensar em que tipo de loja montar deve-se levar em questão qual o seu público e de que maneira gostaria de ser tratado! Pode ser um pouco maçante, mas antes de nos aprofundarmos nas estratégias de como montar uma loja de roupas, iremos dar umas dicas de atendimento para vocês!

 

Onde Encontrar Fornecedores de Roupas?

No comércio de roupas, a alma do negócio é ter mercadorias de qualidade e preços surpreendentes para seus clientes! Além de pensar na melhor maneira em como montar uma loja de roupas, é necessário também buscar por fornecedores confiáveis e com preços acessíveis no atacado!

Para isso, elaboramos vários textos sobre os principais polos atacadistas do Brasil.

Para ter acesso à esse material, acesse os links abaixo:

Como Atender Clientes Em Uma Loja de Roupas

O que poucos sabem é que o atendimento começa no lay out da loja, em sua organização e como as mercadorias estão dispostas! Não adianta pensar em como montar uma loja de roupas, sem priorizar o espaço de atendimento do cliente.

Conforme mencionamos anteriormente, a loja é um portal ao ambiente onde o cliente quer se inserir, e deve estar decorada como tal!

Um exemplo são as boutiques com lustres lindos e ambiente perfumado, cheios de glamour para as mulheres que buscam status.
É muito importante conciliar a decoração e o espaço interno com a exposição correta das mercadorias para facilitar o trabalho dos vendedores e otimizar suas vendas.
Seguem abaixo algumas dicas adicionais:

Apresentação do Vendedor

Na hora de se contratar um vendedor muito se pensa em experiência e pouco em perfil, e esse é o grande erro das principais lojas!

Conforme dissemos anteriormente, um vendedor deve ser selecionado com características físicas e culturais e maneira à ser influente, um verdadeiro formador de opinião para tirar o máximo proveito de cada cliente e fidelizá-lo. Deve estar bem vestido, de acordo com o estilo da loja, com boas condições de higiene, prezando sempre pela gentileza e boa educação com o cliente.

O papel de um bom vendedor é na realidade ser o melhor amigo do cliente durante o tempo em que ele está na loja, um amigo que quer ajudá-lo à se vestir melhor, à conseguir a roupa ideal para um evento ou viagem, e principalmente elevar sua auto-estima!

Respeitar o Espaço do Cliente

A estratégia de insistir na venda é um modelo um tanto quanto ultrapassado, a única coisa que irá conseguir é expulsar o cliente da loja!

É necessário analisar seu comportamento e linguagem corporal, se é tímido ou extrovertido para saber como tratá-lo, para que fique mais à vontade para escolher suas roupas e fazer uma bela compra.
Um tratamento agressivo por parte do vendedor pode ser um tanto quanto hostil para o cliente, que acaba perdendo a vontade de comprar e consequentemente procurando uma outra loja.

Oferecer Informações Para o Cliente

Uma boa sacada para vender é doutrinar o cliente, dando dicas de como se vestir, valorizando detalhes da roupa que são tendências e quais as melhores marcas.

Lembre-se que o vendedor está à disposição para ajudar o cliente, vender é mera consequência e será a premiação por sua competência!

Tática de Vendas de Roupas

Além de todas essas dicas, não podemos deixar de lado o básico, que é acompanhar o cliente durante toda a sua jornada de compra, dialogando com o mesmo, acompanhando-o até o provador e ao caixa, carregando suas sacolas até a porta da loja, cumprimentando-o e agradecendo-o.

Nessas horas uma sacada de gênio é deixar um cartão de visitas da loja para fidelizar o cliente e fazer com que o mesmo indique a loja para amigos e familiares.

Tirar CNPJ Vestuário

tirar cnpj vestuário lojistas sacoleirasApós fazer uma bela análise do seu público alvo, o próximo passo é definir qual será o tamanho de sua loja para tirar um CNPJ mais adequado ao seu volume de vendas. Para lojas de roupas pequenas, com faturamento médio de até 5000 é possível tirar um CNPJ como MEI (Microempreendedor Individual) em categorias voltadas ao comércio de vestuário.

Isso é muito importante para a emissão de nota fiscal para o cliente e não ter problemas com a Receita Federal. Além disso, muitas vezes precisa de CNPJ para comprar roupas no atacado, dependendo do fornecedor.
Esse cuidado deve-se ter principalmente ao compras roupas no atacado pela internet, de moda à evitar que sua mercadoria seja retida por falta de nota fiscal.
Por isso, é sempre recomendável fazer uma boa consultoria com o Sebrae de sua cidade e pedir conselhos ao seu contador, que poderão orientá-lo da melhor maneira possível.

Quanto vou gastar para montar uma loja de roupas?

Isso vai depender muito do tamanho da sua loja. Para quem está começando é recomendável começar com espaços pequenos e bem aconchegantes.

Dessa forma, com apenas 10 mil reais em mercadorias (ou até menos) é possível abastecer o estoque de uma loja, sem deixá-la com aspecto de vazia.

Entretanto, independente do tamanho de sua loja, é muito importante ter um ótimo planejamento financeiro e de marketing.

Mais importante que o tamanho do seu negócio, é o seu potencial de crescimento, que é determinado pela maneira que você faz seu planejamento de marketing e mercado, e a administração das finanças.

Em qualquer cidade, é muito comum se ver muitas lojas grandes fechando, enquanto muitas pequenas crescendo, se multiplicando, e às vezes até se expandindo à ponto de se tornarem grandes redes de lojas.

A grande verdade é que um pequeno lojista, independente de sua escolaridade, e mesmo os de origem mais humilde, pode e deve ter muito potencial de crescimento.

Todo lojista, sacoleira, ou vendedor de roupas deve ter um pensamento inovador e de futuro, assim como os empreendedores que fundam pequenas start ups e ficam ricos em pouco tempo.

Se você não sabe o que é uma start up, é um tipo de empresa ou negócio inovador que nasce a partir de uma simples ideia, muitas vezes com poucos recursos.

Em uma start up se preza muito por idéias criativas e sustentáveis para o negócio crescer, mesmo com o orçamento limitado. O mais importante é inovar, saber gerar riscos, aprender com os erros corrigindo-os rapidamente, visando um crescimento rápido e em grande escala, com um faturamento líquido que a torne extremamente lucrativa.

Tudo bem se você não entendeu muito bem sobre esse assunto por ser um pouco mais técnico!

Mas o que eu quero passar pra você é que em tudo na vida, mais importante que onde você está, é o caminho que você está percorrendo para onde quer chegar!

Mais vale um empreendedor com pouco dinheiro, mas cheio de idéias e pulso firme em sua gestão, do que um milionário incompetente!

Esqueça se você é pequeno ou tem poucos recursos financeiros! O mais importante no início do seu negócio é você adquirir conhecimento, e experiência com seus erros e acertos.

O que eu recomendo pra quem está começando na revenda de roupas, é que busque conhecimento sobre o negócio que deseja montar!

Pra isso, eu e minha equipe trabalhamos duro pra trazer pra você as melhores estratégias de vendas e crescimento do mercado, e os melhores fornecedores de roupas do Brasil.

Tudo isso para que você prospere em sua lojas de roupas, fazendo ela dar muito dinheiro em pouquíssimo tempo!

Onde conseguir dinheiro para montar minha loja?

O ideal é começar seu próprio negócio tendo um capital mínimo de giro e não dívidas!

Mas se pretende obter um empréstimo para abrir um negócio próprio, procure o Sebrae de sua cidade para orientá-lo quanto aos riscos disso.

Procure por empréstimos de bancos como o Banco do Povo, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil que possuem linhas de crédito com juros mais baixos para empreendedores.

Uma outra maneira de começar a vender roupas com pouco dinheiro é iniciar suas vendas como sacoleira ou autônomo, ou montando uma loja virtual, tirando um CNPJ como MEI e sem a necessidade de pagar aluguel de um ponto comercial.

Assim, você começa vendendo roupas para amigos e conhecidos, porta a porta, criando sua própria rede de clientes antes mesmo de montar sua loja!

Além de evitar fazer grandes dívidas, uma das grandes vantagens de começar vendendo roupas porta a porta (ou pela internet) é que você adquire mais conhecimento a respeito do negócio que você quer montar.

Assim, qualquer erro que você cometa por falta de experiência é facilmente contornado, sem grandes prejuízos, ao contrário de quando você injeta grandes investimentos em seu negócio logo no início!

Dessa forma, ao montar sua loja, você já começa mais “calejado” e com muito mais experiência em vendas e gestão, se começar como sacoleira ou revendedor.

Para mais dicas sobre como iniciar suas vendas dessa forma, sugiro que leia nosso artigo sobre Como Ser Uma Sacoleira de Sucesso no Brás

Faturamento Mensal de Uma Loja de Roupas

É um tanto quanto complicado dizer quanto fatura uma loja de roupas, independente de seu tamanho!

O faturamento mensal médio de uma loja de roupas pequena pode variar muito dependendo de sua estratégia.

Isso depende da concorrência local, condições sócio econômicas dos seus clientes, e como sempre dissemos desde o início, se acertou seu público alvo “na veia”!

O faturamento médio de uma loja de roupas, independente do tamanho, pode variar de 3 à 70 mil reais mensais, dependendo de atingir ou não em cheio seu público alvo.

Além disso, diversos outros fatores influenciam no faturamento de uma loja, especialmente no que diz respeito à qualidade das mercadorias, preço, concorrência, formas de divulgação e gestão financeira.

Em todo negócio para haver lucros e faturamento, antes de tudo deve haver muita competência, responsabilidade, conhecimento de mercado e gostar daquilo que faz.

Na falta de qualquer um desses 4 você está jurado pra quebrar, independente da sua estrutura financeira, classe social ou escolaridade!

Ao tentar elaborar uma previsão de faturamento e desenvolver um plano de negócios para sua loja, faça esse estudo junto com o planejamento financeiro!

Não gaste todo o seu capital em mercadorias ou na estrutura da sua loja. Isso é suicídio, um verdadeiro tiro no pé!

O ideal é que você tenha um capital de giro que corresponda no mínimo 70% do que você tem em mercadorias para a manutenção da sua loja, pagar funcionários e fazer compras de reposição.

Além disso, é necessário também que você tenha outros 10% para investir em propaganda e estratégias de marketing para sua loja, pois não adianta ter mercadorias se não tiver clientes. Já viu um motor funcionar só com as peças mas sem gasolina?

Com base nisso, tenha como meta vender todo o valor investido em um único mês (mesmo que não consiga, mas faça o possível).

Com isso sua meta de faturamento será o valor de venda de todo o seu estoque.

Mesmo que você não atinja esse faturamento, você ao menos terá uma meta ambiciosa, sem gastar todo o seu capital. Assim, você será agressivo na gestão do seu negócio, mas pé no chão com suas finanças, trabalhando dentro de uma margem de segurança.

Pode parecer difícil mas não é! O que determina se você vai chegar perto da sua meta de faturamento é sua estratégia e gestão, e não me venha com esse papo que está difícil de vender por conta da crise!

Para conseguir atingir a meta de faturamento de sua loja, é necessário ter mercadorias muito melhores que a concorrência, e saber atingir seu público alvo em cheio.

Entretanto, esse acerto só se faz com um bom planejamento desde o projeto da loja, até as estratégias a serem adotadas em marketing e propaganda para atrair clientes.

Qual a margem de lucro em uma loja de roupas

Antes mesmo de definir sua margem de lucro, deve-se ter em mente não apenas o custo de suas roupas, como também o custo para manter sua loja (aluguel, água, luz, internet, funcionários) e acrescentar esse custo ao seu estoque de maneira proporcional.

Dessa forma, não é possível descrever com a exatidão qual a porcentagem ou qual a margem de lucro ideal para revender roupas.

Isso vai depender muito de sua estratégia em ter altas margens de lucro ou vender grandes volumes para ter sempre novidades para os clientes, o que torna mais fácil e dominar seu mercado e fidelizá-los!

Mas antes de definir qualquer tipo de estratégia mais ousada, é necessário uma boa gestão financeira dos gastos de sua loja.

Não adianta ter altas margens de lucro se sua loja vende muito pouco, nem é possível ser agressivo demais nos preços se você nem sabe ao menos o custo de manutenção de sua loja e o quanto deve lucrar.

Obviamente, nem sempre é possível colocar tudo no papel e sempre há imprevistos, mas com uma boa gestão financeira será possível contornar pequenos erros e imprevistos facilmente, aperfeiçoando sua gestão.

Com isso, com o tempo você poderá ousar mais, seja em ter margens de lucro mais elevadas, ou ser mais agressivo nos preços, aumentando seu volume de vendas.

Entretanto, estratégias assim só são recomendadas para lojistas mais experientes, não é para amadores!

Não caia na crença de que o importante é lucrar muito em cada peça de roupa, nem que o importante é vender barato para vender muito!

Para que suas estratégias funcionem você dependerá de diversos fatores externos que fogem do seu controle, mas que terá de se adequar a eles.

Dentre esses fatores estão por exemplo o seu público alvo, localização do seu ponto comercial, se há um grande fluxo de pessoas, valor do aluguel, concorrentes, etc.

Para iniciantes, eu sempre recomendo iniciar com uma margem de lucro de 100% do valor pago no atacado, mais os custos.

Assim, ao adquirir mais experiência, você poderá ter margens de lucro maiores ou menores, com base no custo estrutural de sua loja e no volume de vendas.

Qual o público alvo de sua loja de roupas?

Para definir seu público alvo, é necessário levar em conta alguns pontos:

  • Sexo;
  • Idade;
  • Cultura;
  • Classe Social

Deve-se definir se irá focar em um público específico, ou se pretende atender vários, como as clássicas lojinhas de bairro que buscam atender todos os membros das famílias locais.

Mas antes mesmo de se focar em sexo e idade, é muito importante fazer uma breve análise do poder sócio econômico dos habitantes em sua região.

Análise Sócio Econômica

Muitos aspectos devem ser levados em conta, como profissão e atividade econômica.

Há alguma empresa grande, que pague bons salários em sua cidade ou alguma atividade bem remunerada que gere renda para várias pessoas em sua região?

Com base na renda média dos habitantes locais, deduza qual o valor máximo eles pagariam por uma peça de roupa, buscando assim fornecedores que atendam essa faixa máxima de preço.
Por exemplo, se seu público pagaria até 50 reais em uma peça de roupa, se você trabalha com lucros de 100%, deverá buscar por peças de até 25 reais no atacado.
Além disso, é importante também saber as características da sua região, além da cultura das pessoas!
Analise por exemplo se onde vai montar sua loja é um bairro pobre ou classe média alta, se é uma favela ou comunidade, e se está localizado em uma área urbana ou rural.
Foque sempre no público de renda um pouco mais baixa, que geralmente representa a grande maioria da população, mantendo assim um melhor volume de vendas.

Vender roupas de homem, mulher ou criança?

Esqueça aquela máxima de que se deve focar no público feminino pois mulher gasta mais!

Homens gastam tanto quanto as mulheres, mas são um pouco mais seletivos no que comprar, focando mais em marcas ou preço baixo, e não em modinhas e geral!

Já o público infantil e juvenil nem se fala! Crianças são os que mais desgastam as roupas brincando e se sujando, além de crescerem constantemente, necessitando trocas periódicas de roupas.
Nem um adulto consumista gasta tanto!

Qual o tipo de loja devo montar?

Após fazer uma breve análise dos diferentes públicos alvo de sua região, agora é hora de usar essas informações para definir qual o tipo de loja irá montar!

Além disso, leve em conta também com qual público você tem mais afinidade! Você tem que saber falar a língua do seu público, e deve levar isso em conta desde o planejamento de sua loja, até suas ações de marketing e promoções!

Sua loja tem de ter a cara do seu público! Da mesma forma que é impossível haver um relacionamento entre duas pessoas que não se identificam, é mais difícil ainda vender para um cliente que não se identifica com sua loja!

E nisso muitos empresários erram feio, sejam do setor de vestuário ou qualquer outro, em quaisquer tipos de negócios!

A maioria acha que o cliente deve ter identificação com sua marca, a proposta da empresa, o produto, mas se esquece da estrutura, política de preços, atendimento, etc.

Não existe fórmula mágica para acertar “na veia” seu público alvo, senão muito estudo e aplicar a cultura com a que ele se identifique desde o planejamento da empresa, até em suas ações já em funcionamento.

Não adianta você tentar convencer seu cliente de que seu produto é o melhor, você tem de fazer o seu produto ser o melhor e adequar sua loja para que o cliente se identifique e se sinta atraído a entrar nela pra conhecer.

Isso se aplica a qualquer tipo de público, independente de classe social ou idade.

Jamais caia no seu achismo, ou que suas idéias são as melhores a mais criativas, e que sua loja vai ser um sucesso!

Antes de pensar em sucesso, busque conhecimento sobre o seu negócio, sobre o seu público, e tente alinhar ambos em cada estratégia do seu negócio!

Seguem abaixo algumas sugestões sobre qual loja montar:

Montar uma loja de roupas femininas

Se você irá montar uma loja em um bairro de classe média alta, com várias mulheres independentes, com profissão e remuneração próprias, uma boutique de roupas femininas bem estilosas pode dar bons resultados.

Digo isso pois uma mulher prioriza muito sua própria auto estima, não medindo esforços para se manter bonita.
Isso se aplica principalmente às mulheres independentes, como jovens universitárias, profissionais liberais e empreendedoras.
Entretanto essa estratégia deve ser aplicada com mais cautela em relação à donas de casa, de famílias mais humildes, pois a prioridade no orçamento acaba sendo os filhos.
Esse público geralmente foca mais em modinha mais barata, de maneira que seus gastos não prejudiquem o orçamento familiar como um todo.

Montar um outlet de roupas de marca

Voltado principalmente ao público jovem (especialmente os homens), que busca por roupas de marcas conhecidas sem gastar tanto quanto no shopping, uma loja outlet geralmente vende no varejo saldos e pontas de estoque das fábricas que produzem para as grifes.

Por serem sobras de produção e/ou coleção, as roupas geralmente são metade dos preços praticados nas lojas dos shopping centers.

Esse segmento se aplica melhor à jovens universitários (solteiros e sem filhos), que assim como o público de boutique, é mais voltado à própria auto-estima e sem pudores na hora de gastar com roupas um pouco mais sofisticadas.

Montar uma loja de roupas de preço único de 10, 20, 30, 40 e 50

Com a crise, as tradicionais lojinhas de bairro foram se focando cada vez mais em preços baixos, se tornando lojas de roupas de preço único de 10, 12, 15, 18, 20, 30, 40 e 50 reais.

Muitas usam outros nomes como loja do dez ou ponto 10.

Um pouco mais voltadas às famílias de maneira geral, principalmente as com o orçamento mensal de até 2000 reais, essa categoria de loja visa vender roupas mais baratas, povão mesmo.

Muitos donos dessas lojas, visando preços baixos, compram peças mais simples de Caruaru (Pernambuco), Santa Catarina e Goiânia, em Goiás.
Entretanto, para ter peças de mais qualidade, recomendamos aquelas peças que se compram em saldos de magazines na região do Brás em caixas fechadas.

Geralmente essas peças de saldo e ponta de estoque são sobras de produção das confecções que produzem para as grandes redes de shoppings, lojas de departamento e supermercados, tendo qualidade mais próxima à dos outlets.

Nesse segmento de lojas de até 50 reais deve-se priorizar especialmente as peças mais baratas de até 15 reais, que acabam sendo o carro chefe da loja.
É interessante também que se tenha opções para todos os públicos, de maneira à vender para todos os membros das famílias dos bairros.
Se tiver qualidade diferenciada dentro dessas faixas de preços, as famílias acabam comprando de sua loja mensalmente, como em um supermercado!
Se acertar “na veia” com esse tipo de loja, é possível faturar mais de 50 mil reais mensais em poucos meses!

Montar um brechó

Montar um brechó de roupas usadas (luxo, chique ou popular de roupas baratas) é uma boa opção na crise.

Entretanto é necessário tomar muito cuidado com os fornecedores, já que algumas lojas têm muito prejuízo comprando containers de roupas usadas da China, que geralmente vêm com muitos defeitos e são um pouco feias!
Assim como no segmento de preço único, recomendo que compre saldos de magazines, que são vendidos em caixas fechadas no Brás.
Essas peças além de novas e sem defeito, geralmente custam de 3 à 8 reais no atacado!
Já se for montar um brechó chique, de luxo, é possível também mesclar com saldos multimarcas, os mesmos vendidos no outlets.

Montar uma loja de roupa infantil

Roupas para crianças é outro segmento que merece destaque devido à alta rotatividade no estoque das lojas!

Além de crescerem muito rápido, há também a questão do sobrepeso infantil e as atividades ao ar livre, que fazem com que as crianças necessitem de roupas novas constantemente!
E vestir os filhos é uma necessidade, e não mero luxo como os adultos quando querem roupas novas, e isso se aplica à qualquer classe social.
Por isso, é possível montar uma loja de roupa infantil independente do público alvo, se é de renda baixa ou classe média alta, ou se é um público misto!
Independente do seu público alvo, o que recomendamos é que sempre comprem mercadorias de saldos de confecções!
Pelo fato da crise estar forte no Brasil, os representantes das marcas e as redes de lojas não estão sendo capazes de desovar todas as coleções produzidas, sobrando muitas peças nos estoques das fábricas.
Dessa forma, várias empresas do Brás vendem saldos e pontas de estoque de confecções à preços no mínimo 40% mais baixos que os praticados pelos representantes das marcas, mesmo em casos de coleções atuais!
Assim, sugiro que comprem de fornecedores de saldos de confecções do Brás e Santa Catarina, que trabalham tanto com saldos de magazines (grandes redes de lojas) quanto de marcas famosas.
Assim como o segmento de preço único, uma lojinha de roupa infantil pode ter faturamentos bem acima da média se acertar em cheio seu público alvo e souber agradar seus clientes em questão de preço e qualidade.

Onde comprar roupas no atacado?

Exixtem diversos pólos atacadistas de confecções em todo o Brasil e iremos lhes apresentar alguns deles. Lembrando que para conhecer alguns dos melhores fornecedores de roupas do Brasil, recomendo que leiam o artigo onde apresentamos nossa Lista de Fornecedores de Roupas no Atacado!

Como decorar uma loja de roupas

Decorar um loja de roupas, especialmente com pouco dinheiro, é um desafio para qualquer lojista. Entretanto, com um pouco de criatividade você consegue deixar sua loja linda gastando muito pouco!

Antes de iniciar um projeto de decoração, independente de ter algum profissional te ajudando ou não, é necessário definir o conceito de sua loja e o perfil dos seus clientes.

Para te auxiliar, elaboramos algumas sugestões com vários tipos de lojas:

Como Decorar Uma Loja de Roupa Infantil?

Para decorar uma loja de moda infantil não tem muito segredo! Basta manter as araras muito bem organizadas por sexo e idade, de preferência com um piso porcelanato de cor clara e paredes com pinturas coloridas (na medida certa) e papéis de parede de personagens clássicos e super heróis!

Lembre-se sempre que devemos encantar o cliente de várias maneiras, e a primeira delas é pelo ambiente. Será muito mais fácil uma mãe comprar roupas para uma criança maravilhada pelo ambiente e super à vontade, que para a mãe de uma criança que não para de chorar e fazer birra querendo ir embora, não é mesmo?

Como Decorar Uma Loja Outlet de Roupas Multimarcas

Ao decorar uma loja outlet, deve-se ter em vista qual será o seu principal público: feminino ou masculino, jovens ou pessoas acima de 40 anos.

Se tiver um público misto, o ideal é apostar no básico! Invista em um ambiente com visual clean, e araras bem organizadas e separadas por masculino e feminino.

Já se sua loja for mais voltada ao público masculino, invista em um ambiente estilo vintage, semelhante ao utilizado nas barbearias atualmente.

Uma boa sugestão é uma parede com alguns grafites e objetos retrô que remetam à cultura masculina, como por exemplo bandeiras de bandas de rock, discos de vinil, TV’s de LED com programações como shows de bandas de rock, lutas do UFC e jogos da Champions League.

Além disso, nada melhor que um freezer de estilo retrô com aquela Heineken bem gelada para oferecer para seus clientes VIP para relaxarem após fazer uma bela compra, não é mesmo?

Como Decorar Uma Loja de Bairro e de Preço Único

Como essas lojas são conhecidas por venderem roupas de 10, 20, 30, 40 e 50 reais, é muito importante ter as araras e expositores separados por faixa de preço.

Com isso, a organização fica mais atraente para a clientela, e quando você tiver alguma peça parada, basta realocá-la para uma arara de preços mais baixos para liquidar.

Em relação ao ambiente, deve ser simples e aconchegante, para que as pessoas mais humildes se sintam mais à vontade no local.

Além disso, é bacana algum vendedor com um microfone na porta da loja chamando o público.

Além disso, como música ambiente, são recomendados estilos de música que agitem o povão (conforme a região) como forró, pagode e sertanejo. Dessa forma, as pessoas ficam mais contagiadas e empolgadas, o que as levam à comprar muito mais!

 Como Decorar Um Brechó

Ao decorar um brechó, principalmente se for de roupas usadas, é muito importante um local vivo, que valorize as roupas.

Foi-se o tempo que um brechó era um local sujo e desorganizado! Hoje deve ser um local para as pessoas garimparem boas oportunidades de desapego, e o ambiente deve propiciar uma sensação de bem estar à seus clientes.

Ao decorar um brechó, procure pintar as paredes com cores quentes e vivas para dar uma sensação de um ambiente novo e bem cuidado.

No ambiente, invista em papéis de parede de estilos mais clássicos e objetos que remetam à nostalgia dos estilos vintage dos anos 70, 80 e 90. São diversas opções que poderá conseguir facilmente, como discos de vinil, TVs e rádios antigos, brinquedos que marcaram época.

Além disso, ao investir em um ambiente assim, não se esqueça de um belo toca discos com músicas que marcaram época. Faça seus clientes se apaixonarem por seu brechó!

Como Decorar Uma Boutique

Por serem voltadas à um público mais exigente, ao montar uma loja de roupas femininas estilo boutique, você deverá se atentar à diversos detalhes para se diferenciar da concorrência:

  • tenha vitrines amplas e com o fundo transparente expondo o interior da loja. Com isso você encanta a cliente não só pelo modelo exposto no manequim, como também pelo ambiente interno;
  • utilize manequins “cabeça de ovo” envernizados nas cores preta ou branca. Esses manequins são muito mais charmosos, nada de utilizar aquelas bonecas com cara de cadáver, ok? 😉
  • decore sua vitrine em datas sazonais, (carnaval, natal, etc) com acessórios compondo os manequins e os vidros. Assim, sua cliente saberá que você tem aqueles looks exclusivos para alguma data especial, e também para os homens comprarem o presente ideal para suas esposas e namoradas em datas especiais;
  • brilho, muito brilho! Adote um visual clean e glamouroso, com o chão em piso de porcelanato, forros de gesso com iluminação por fitas de LED ou um belíssimo lustre para trazer mais glamour para sua loja;
  • Mantenha as araras e expositores nas extremidades da loja. Isso promove mais espaço para deixar as clientes mais à vontade para transitarem pela loja e escolher seus looks favoritos;
  • Não se esqueça do cafezinho! Providencie um mezanino bem chick com cafeteira, água gelada e se possível alguns chocolates (as mulheres adoram ser mimadas);
  • Invista no som ambiente: se suas clientes forem em sua maioria acima dos 40 anos, invista em um som ambiente mais tranquilo, com lounge e MPB. Já se suas clientes forem mais jovens, músicas de balada como techno, pop, e sertanejo universitário.

Móveis, araras, manequins e acessórios para lojas de roupas

Ao montar uma loja, a escolha de móveis, expositores, araras e manequins deve ser feita com muito capricho.

São essas peças que irão “oferecer” as roupas para o cliente de dar aquele charme para o ambiente da sua loja!

O ideal, é claro, é comprar tudo novo, mas sabemos que nem sempre isso é possível.
Para quem não tem muito capital disponível, o ideal é que compre essas peças em lojas de móveis usados, localizados em várias cidades do país.
Nesse tipo de comércio você irá encontrar diversas oportunidades para sua loja!
Assim, ao adquirir equipamentos usados, aposte na restauração dos mesmos pintando-os com tintas spray.
Essa é uma excelente opção para deixar tudo novinho, personalizando as peças de maneira à harmonizar com o ambiente e a decoração de sua loja.

Mas se você quer e pode comprar tudo novo, o melhor lugar pra você ir é na Rua João Teodoro no Brás em São Paulo.

Lá você encontra várias lojas, uma ao lado da outra, com diversas opções de qualidade e preço baixo.

Sabe aqueles manequins de vitrine de shopping, sem o rosto, e chamados de “cabeça de ovo”?
Na Rua João Teodoro você encontra um mais lindo que o outro, nas cores preta ou branca, todos envernizados e em várias poses!

Como Divulgar Minhas Loja de Roupas?

 

Existem diversas maneiras de divulgar uma loja de roupas e as mais utilizadas são: tv, rádios, revistas, jornais locais, e principalmente redes sociais como Facebook e Instagram.

 

Dentre todas essas opções, as primeiras demandam um investimento alto e nem sempre eficaz.

 

Por outro lado, mídias sociais como o Facebook e o Instagram são totalmente gratuitas e com um poder de alcance muito maior.

 

Para fazer propaganda de sua loja de roupas, não é necessário gastar grandes valores, pois você pode apostar inicialmente somente em recursos gratuitos!

 

Basta ter uma página no Facebook, ou perfil no Instagram, bem montados, com textos chamativos e fotos bem tiradas para divulgação.

Assim, para atrair clientes para sua loja, é essencial sua presença nas redes sociais.

 

Esses canais, além de serem sua primeira vitrine, serão responsáveis por atrair, receber o primeiro contato do cliente através de uma mensagem ou comentário, e consequentemente levá-lo até sua loja.

 

Além disso, é muito importante que sua loja apareça nos resultados de pesquisa do Google para os moradores da região! Por isso, é essencial fazer um anúncio no Google Meu Negócio, que é um serviço 100% gratuito do Google.

 

Com isso, além de aparecer nos resultados de pesquisa do Google, as pessoas podem encontrar sua loja também em aplicativos de GPS.

 

Mas se quiser acelerar suas divulgações, o recomendável é investir em impulsionamentos em sua página do Facebook, especificando para entregar o anúncio nas adjacências do bairro onde sua loja está localizada.

Mas para utilizar esse recurso, é necessário saber utilizar muito bem os filtros do Facebook Ads. Procure segmentar o anúncio para seu público alvo escolhendo sexo, idade e interesses, evitando que você desperdice dinheiro em seus anúncios. Por isso, é recomendável iniciar aos poucos no Facebook Ads, até aprimorar suas estratégias.

 

Se usada com sabedoria, essa ferramenta irá fazer com que sua loja se torne bastante conhecida em sua região em pouquíssimo tempo!

Como Fidelizar Clientes Em Minha Loja de Roupas?

Se você procurar na internet, irá encontrar inúmeros sites com idéias e estratégias criativas, além de apostilas em PDF do Sebrae.

Isso acontece pois não existe nenhuma fórmula mágica para atrair clientes, mas sim um conjunto de estratégias à serem testadas no dia a dia.

Ninguém conhece seu cliente como você! Ao analisar o perfil das pessoas que compram em sua loja, procure fazer amizade com elas e entender suas necessidades, do que precisam, e como agradá-las.

Entretanto, irei lhes apresentar um pequeno truque que além de fidelizar, irá multiplicar a quantidade de clientes em pouquíssimo tempo!

Ah, e não se esqueça que não terá de gastar um único centavo, ok? 😉

Conforme eu disse anteriormente, é imprescindível ter uma página no Facebook bem montada, e isso será fundamental para essa nossa estratégia!

O que irei sugerir é bem simples: no caixa da loja, ao efetuar o pagamento, ofereça um desconto de 5% para o cliente que fizer uma marcação em sua página no Facebook através de seu perfil pessoal!

Dessa forma, além de fidelizar seu cliente com o desconto, essa marcação ficará visível em seu perfil pessoal para no mínimo 100 amigos.

Com isso, esses amigos por curiosidade irão acessar a página de sua loja, curtir, e posteriormente se interessar por alguma promoção que publicar. Muito fácil, não é mesmo?

Agora, é só se aproximar mais de seus clientes e bisbilhotar seus perfis nas redes sociais para conhecê-los melhor. Com isso, tenha sempre roupas e promoções que os encantem e comprem cada vez mais.
Além disso, procure cada vez mais falar a língua desse público para estreitar relações!

Vale a pena comprar uma franquia?

Montar uma loja de roupas de franquia pode parecer vantajoso à princípio, mas como pudemos ver pela crise no país, se não for de uma marca com forte presença no mercado e preços acessíveis para o público, corre sim o risco de quebrar!

Além disso, o método de gestão de uma franquia e muitas vezes engessado, e as roupas um pouco caras, o que muitas vezes impede o lojistas de crescer e aumentar suas vendas.
É o típico negócio onde quem ganha dinheiro é só quem vende a franquia, infelizmente.
Assim, o ideal é criar uma loja com identidade própria, e autonomia para aproveitar as boas oportunidades no mercado de roupas no atacado!
Sigam todas essas dicas que lhe passamos, e se desejar algo mais sofisticado, contrate um arquiteto ou designer para desenvolver um projeto de decoração e identidade visual para sua loja.
Dessa forma, você terá uma loja linda, altamente lucrativa, e com grandes chances de um dia crescer para montar sua própria rede de franquias!

Para maiores informações, entre em contato conosco através do WhatsApp (11) 94737-0003, pelo Facebook Messenger ou clicando no link abaixo:

https://api.whatsapp.com/send?phone=5511947370003

Acesse também nossa página no Facebook e o canal no Youtube clicando nos links abaixo:

www.facebook.com/dicasparasacoleiras

www.youtube.com/atacadoreroupaspararevenda

Dicas Para Sacoleiras
Dicas Para Sacoleiras
Somos o maior portal de roupas no atacado da internet! Temos parceria com os melhores fornecedores de roupas do Brás e Bom Retiro em São Paulo, Santa Catarina, Paraná e Goiânia!

2 Comentários

  1. Johnny disse:

    Ótimo artigo!
    Ajudou bastante

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

como-montar-uma-lojas-de-roupas-fornecedores-de-roupas-no-atacado